Acompanhe as notícias da RE/MAX

Corretor. Entenda quais as diferenças entre o mercado tradicional e o modelo RE/MAX?

A cada 30 segundos, nas mais de 200 lojas do Brasil, e mais de 7 mil do mundo, um consultor Remax vende um imóvel.

Esse sucesso se deve a esse modelo de negócios imobiliários que está cada vez mais presente no Brasil, e se baseia em especialização de profissionais na corretagem, com uma universidade online 24h e outras estratégias de venda únicas.

Aqui temos algumas diferenças do modelo Remax e o tradicional:

Os três pilares

Relacionamento, marketing e precificação são os 3 pilares que sustentam o modelo Remax. Nós já explicamos cada um deles aqui. Além deles, o principal foco do consultor Remax é no cliente vendedor, ou seja, o proprietário. No mercado tradicional, o foco é no comprador, e esses três pilares não estão presentes. O corretor tradicional não possui um investimento em marketing (fotos profissionais, divulgação estratégica em portais e redes sociais); não planeja visitas anteriores para conhecer em detalhes o imóvel; não tem como premissa fazer parcerias com outros agentes corretores, e parceria facilita muito a venda!

Outra diferença pontual é o preço. O consultor RE/MAX faz a ACM (análise comparativa de mercado) – a qual já comentamos aqui. Ele analisa o preço do imóvel de acordo com quem o define: o próprio mercado. Assim, as chances de o imóvel vender em menos tempo é maior!

Enquanto isso, o corretor do mercado tradicional coloca o preço do proprietário, sem se preocupar com quantos corretores podem trabalhar esse patrimônio, ou em quanto tempo ele irá vender.

O modelo RE/MAX foca no atendimento personalizado e em treinamentos frequentes da equipe, para que o comprador ou vendedor realize seu sonho de vender ou comprar um imóvel da melhor forma possível, levando ao proprietário e comprador os feedbacks necessários. No modelo tradicional, os imóveis se inserem numa espécie de “loteria”, em que as fotos do apartamento ou da casa são colocadas de um jeito menos atrativo, sem investimentos maiores, como campanhas, e não há retorno do trabalho feito pelo corretor. O agente do novo modelo necessariamente é treinado para vender de forma eficiente, e o melhor: não há custos adicionais para isso.

Por esses motivos, o modelo RE/MAX tem crescido no Brasil e no mundo afora, enquanto o tradicional já não ocupa tanto espaço.

PUBLICIDADE

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *